terça-feira, 19 de abril de 2011

Nas tuas Mãos


Nas tuas Mãos
corre um rio arqueado em delta maior
onde crepitam mil margens angulares
na lareira intensa dos nossos olhares

Nas tuas Mãos
cresce um tempo soletrado no silêncio
de luares profanados por esta paixão
na terra ancorada dessa tua razão

Nas tuas Mãos
soltam-se asas de anjos flutuantes
envolvidos nas voltas da madrugada
e a lua amanhece cheia de luz salgada

Nas tuas Mãos 
desaguam sonhos como nascentes
fontes sedentas no ventre dos cristais
respirações etéreas como vendavais

Nas tuas Mãos
reconheço a profecia confessada
na voz do mar ao chegar 
à foz do verbo aMar...


16 comentários:

manuel marques disse...

E com as suas mãos se escreveu um lindo poema.

Beijo.

Pedrasnuas disse...

Essa mãos são quase sagradas e fazem muitos milagres ...com as mãos fazemos imensa coisa...já alguém dizia com as mãos se faz a guerra e se faz a paz ...as tuas mãos seduzem...apaixonam...fazem o amor acontecer...

grande poema...uma ode a uma das partes mais expressivas e belas do nosso corpo.

Beijo grande

P.N.

RELTIH disse...

EXQUISITO TEXTO, MUY HERMOSO. UN GUSTO VISITAR SU ESPACIO.
UN ABRAZO

Ana Coelho disse...

As tuas mãos num toque muito leve num grande poema, muito bom.
Beijos

Graça Pires disse...

Com as mãos se afaga. Com as mãos se escreve. Com as mãos se faz tudo o que queremos. Um belo poema de amor...
Beijos e Boa Páscoa.

Mar Arável disse...

Com as mãos se fazem poemas

e o mar cresce

Vieira Calado disse...

Olá, amiga, como está?

Hoje passei simplesmente para lhe desejar

BOA PÁSCOA!

Bjjss

José Rui Fernandes disse...

Das tuas mãos corre o rio de palavras que desagua no poema...

Um beijo

A.S. disse...

Nas tuas mãos apascentam caricias...

Um beijo!
AL

© Piedade Araújo Sol disse...

um poema de amor (quase uma declaração) bem rimado e muito ao teu estilo.

uma boa páscoa e um

beij

Ailime disse...

Santa e Feliz Páscoa.
Beijinhos,
Ailime

Nilson Barcelli disse...

Nas tuas mãos há poesia e da boa... este poema é mesmo excelente. Parabéns pelo teu talento.
Beijos, querida amiga.

tecas disse...

Nas suas mãos há a magia de escrever poesia de cinco estrelas.
As mãos muitas vezes falam do que a boca cala.
Muito bom o seu poema.
Bjito e uma flor

Maria João disse...

Cris

Das mãos fazemos o hino e o louvor a toda a humanidade. Nas mãos o ninho, o abrigo. A asa que voa, parindo da raiz dos dedos o poema, o amor, a coisa gerada da alma. Momento de criação.
Nas mãos... das mãos... o amor!

Enorme sementeira!

Um beijinho

Isabel Montes disse...

Serão essas mãos a essência de tanta magia ou será que essa beleza está no pensamento e sentimento de quem escreve?!
Parabéns!

Isabel Montes
http://isabelmontes-poemas.blogspot.com/

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Desculpa a minha ausência mas...voltarei a estar mais presente!
Nas tuas mãos e nas mãos onde te entregas, nascem canções que são hinos de amor e a fé que faz de ti, no mundo, Mulher para vencer caminhos....
Beijo amigo
Graça