terça-feira, 2 de novembro de 2010

seM esperar

seM esperar
derrubaste o negro do mar que me secava
pintaste-o com o verde único do teu olhar
depondo a cada passo flores em vez de lava
e nesse gesto discreto fizeste-me sonhar

seM esperar
sonho quando acordo e estás a meu lado
belisco esse teu “bom dia” para acreditar
que o rio que corre sem margens é salgado
desfaz nós e forma laços de tanto te amar

seM esperar
esqueço as lâminas cortantes do passado
e nos teus braços abraço eternos presentes
oferendas límpidas do nevoeiro fustigado
e no teu peito nascem mil estrelas fulgentes

seM esperar
venero o teu templo agnóstico e luminoso
sopro desse deus Maior por nós tocado
silêncios nocturnos dum respirar misterioso
que reconheço no luar deste tempo provado

seM esperar
continuas a acontecer-Me
em cada momento
talvez… certo…


(esqueço-me do tempo... hoje... quando ele me tenta abrir velhas feridas passadas... a memória já não sangra... amparas-me na linha incerta que separa a Terra do Mar, lastro certo da divisão que os une... porque és o meu momento certo... assim,  há sete meses...  mudaste a minha vida... sem saberes... e eu... seM esperar...)

30 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Há paixão...renascimento de ti, neste poema de vida, adorei.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

heretico disse...

poema muito etrno e doce.

gsotei muito
beijos

RETIRO do ÉDEN disse...

"SeM esperar", gostei tanto desta felicidade e esperança em dias melhores.
Mais consistentes nesse AMOR que está sendo correspondido no "Momento Certo".
Que tudo de bom perdure.
Fiquemos com ELE sempre por companhia.
Bjs. e forte abraço com o nosso carinho.
Mer e família

Luís Coelho disse...

Sem esperar...
Mas sempre à espera que transformes a vida de todos os dias e que pintes cada momento no mar de amor e carinho

Sonho de viver que quero beliscar para me certificar que vives no meu sonho.

Graça Pereira disse...

Querida Cris
Mas é sem esperar que as coisas grandiosas acontecem... Há um momento para tudo e acredito que, realmente ,este é o teu (vosso) Momento Certo!
Fico feliz por ti.
beijos
Graça

© Piedade Araújo Sol disse...

gostei deste seM esperar...delicado, terno e cheio de sentires.

continuas a escrever muito bem poesia.

um beij

manuel marques disse...

Esperar é desmentir o futuro ...

Beijo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Um doce de poema.

Obrigada pela sua companhia.

beijooo.

Pedrasnuas disse...

UMA PAIXÃO AVASSALADORA SEM NINGUÉM ESPERAR,NO TEMPO CERTO,NO MOMENTO CERTO COM O AMADURECICMENTO NO PONTO CERTO.

SÊ FELIZ!!!
APROVEITA A ONDA...

BEIJO

Lilá(s) disse...

Sem esperar fiquei encantada com este teu momento certo!
Bjs

Baby disse...

Sem esperar, a vida acontece e nós ela...

Que a tua seja um eterno acontecer de coisas boas!

Beijos.

A.S. disse...

Cristina,

Na vida tudo renasce e se renova... até o amor!

Beijos...
AL

Vitor Chuva disse...

Olá, Cristina!

A felicidade não esperada, quando chegada é surpresa deliciosa ... e também a mais saboreada.
Está muito bonito, e dito com muito bom gosto.

Beijinhos.
Vitor

Agulheta disse...

Amiga Cris! Em cada momento nosso existe o momento certo na vida,e li neste poeta terno.
Beijinho e obrigada pela visita,bfs.

Graça disse...

E quando assim é, o sorriso renasce num momento certo...

Beijo de carinho, querida Chris.

Maria João disse...

Cris

Sem palavras!

É tão belo este poema, tão intenso e terno, que apenas se lê e relê, sorvendo nas metáforas o mel que afinal adoça as nossas vidas.

Parabéns
Um beijinho

. intemporal . disse...

.

. i.nesperada.mente .

.

. talvez como partida há tanto adiada pela cegueira do amor .

.

. talvez .

.

. um beijo meu .

.

. paulo .

.

Virgínia do Carmo disse...

Por vezes é quando menos se espera que se renasce...

Bjos

luz efemera disse...

Muita sensibilidade...
Parabéns!

João Videira Santos disse...

Leio a ternura das palavras na cor dos sentimentos...

Anónimo disse...

A profundidade poética, entre soluços de paixão presente e a libertação das amarras do passado.

Gostei de te ler

Beijo


Et

Nilson Barcelli disse...

Bravo, querida amiga. Fizeste mais um excelente poema.
mas eu espero seMpre o melhor de ti.
Beijos.

Marta Vasil disse...

Tal como o título do poema aqui cheguei "sem esperar". E fiquei. E li. E gostei deste belo poema.
Um beijo

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

Luis Bento disse...

Há momentos certos...descobrir o seu blog foi um deles...

piedadevieira disse...

Sem esperar, encontrei esse poema maravilhoso, que extasia.
Esperando por você no meu espaço.
Beijos

A.S. disse...

Cristina,

Sempre tudo o que tem que acontecer, acontece no momento certo!

É belo o teu poema!

Beijos...
AL

Maria Luisa Adães disse...

"seM esperar"

Está muito bem delineado,

poema de amor, de incerteza, de dúvidas, mas também de vida e esperança.

Gostei do Momento Certo,

"Tão difícil de alcançar"...

Maria Luísa

Baby disse...

A vida é um eterno esperar por aquele momento, que quando acontece, nem sempre é o certo.
há que continuar a esperar.
Beijos.

Ana disse...

Tão belo, Cristina ! E eu tão feliz por ti :-)As melhores coisas acontecem quando menos esperamos!
Beijinho *