sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Poetar Contemporâneo

Dia 05 de Novembro às 17h30, na Livraria Portugal (Rua do Carmo-Lisboa) sessão de autógrafos do projecto "Poetar Contemporâneo" - vendas do livro revertem para a instituição de solidariedade social "Ajuda de Berço".

Este é um dos meus textos que integra a referida colectânea... 

 

 

 Sei...

Sei da sombra fluente no pó cheio do deserto

sei da queda das estrelas no vácuo do tempo

sei da respiração suspensa na hesitação do sonho

sei do olhar embutido no rubro abismo ascendente

sei do voo desarvorado da palavra silenciada

sei do arvoredo flutuante na terra sem semente

sei do cântico sedento nas margens entornadas

sei do sorriso encerrado no segredo revelado

sei da falésia erguida nas escarpas do silêncio

sei do brilho salgado guardado no suor dos Deuses

sei da noite desviada na linha ténue da madrugada

sei do gelo herdado na fissura do olhar estilhaçado

 sei do renascer deste Amor num dia dito santo

sei dos homens que o designaram – “ressurreição”

não sei… sei, apenas sentir o pulsar do coração… 

 

                                                     Foto: Miguel Quaresma

3 comentários:

ReltiH ReltiH disse...

UN PRESENTIMIENTO MUY HONDO, PURO.
UN ABRAZO

Mar Arável disse...

Eu só sei que nada sei

Tudo pelo melhor

Graça Pereira disse...

Um gesto cheio de solidariedade, de amor e partilha! Mesmo teu...de quem conhece o"momento certo" dos outros.

Parabens!

Mil beijos.

Graça