sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Poetar Contemporâneo



"rasgos sem rima" - é um dos meus textos a integrar o "Poetar Contemporâneo" - a ser lançado no próximo dia 15 de Outubro, na Fundação Portuguesa de Comunicações, em Lisboa.

Os direitos de autor da venda deste primeiro volume, revertem para a Associação de Solidariedade Social -  "Ajuda de Berço".

Relativamente à minha ausência deste meu e vosso cantinho... prometo a todos os que me escrevem e contactam (e a todos os outros que desconheço o rasto de luz, mas sei que estão aí)  que irei regressar em breve... com mil palavras à solta... 

 ... porque há momentos certos na vida ... 


rasgos sem rima

chegas num gesto abraçado
trazes nas Mãos o pó aceso das estrelas
e o brilho do negrume precipitado
dum outro Mar...

a luz eleva-se no culminar do entardecer
tocas as Margens na abrangência dos teus braços,
demoves o Manto bordado a pérolas negras
onde um dia me perdi

a luz regressa na transparência da noite,
como uma confissão silenciada...

11 comentários:

Rogério Pereira disse...

"a luz regressa na transparência da noite,
como uma confissão silenciada..."

Espero então esse regresso

(quando eu venho
vai
que vá por bem
e bom rumo para o "Poetar...")

RELTIH disse...

BELLISIMO TEXTO. MUY DELICADO.
UN ABRAZO

© Piedade Araújo Sol disse...

um bom poema para o Poetar.

que tenha muito sucesso.

um beij

Baby disse...

"Chegas num gesto abraçado"...que imagem bonita, como bonito é todo o poema!
Os maiores sucessos, no lançamento do livro.
Bjs.

Sonhadora disse...

Minha querida

Simplesmente maravilhoso este poema...de certeza que vai ser um sucesso o livro, os meus sinceros parabéns.

Beijinhos
Rosa

Mar Arável disse...

Tudo pelo melhor

Virgínia do Carmo disse...

Sem rimas, mas luminoso.
Que o livro seja um sucesso.

Um beijinho, Cristina

luz efemera disse...

Imaginei o cenário. Tocaram-me as personagens humanas e os abraços no silencio do anoitecer...

Que o livro seja um sucesso. Tem uma boa causa!

© Maria Manuel disse...

«a luz regressa na transparência da noite» - tão belo!

espero que o lançamento da colectânia tenha corrido bem, parabéns. bom também saber que não deixamos de ser solidários nestes tempos que correm.

abraço.

© Maria Manuel disse...

"a luz regressa na transparência da noite» - tão belo!

espero que o lançamento da coletânea tenha corrido bem, parabéns e abraço.

Sofá Amarelo disse...

Os rasgos têm sempre rima... nem que seja rima imperfeita!