quinta-feira, 9 de setembro de 2010

no teu olhar glauco...


sei do olhar glauco e imenso de mansidão
sempre que irrompe das águas secretas
sede em mim, afogada nessa respiração
plena num voo repleto de borboletas

adivinho o tempo nas mãos cálidas
fogo duma paixão em apneia bebida
tracejada em mil pulsações contidas
onde reconheço o traço de outra vida

no teu beijo reluzem pérolas lunares
dum remoto local dourado de planura
Sul amanhecido na vontade do perto

e nessa livre confluência dos mares
desenho a nossa Lua com ternura
dum sonho que queremos (in)certo



( e no teu olhar glauco...  
 reconheço a margem (in)certa entre a "Terra e o Mar"...
desse nosso "até já"...)

23 comentários:

Jorge Gonçalves disse...

Gostei do meu olhar glsuco!

Pensador disse...

Lindo poema, Cris!
Que os sonhos incertos sejam a certeza da vida. Que o fogo da paixão seque o mar das lágrimas de saudade.
E que a ternura desabroche em pétalas de flores, e o carinho possa colorir-lhe a vida como as asas das borboletas.
Beijos!

Luís Coelho disse...

Os nossos olhares levam-nos para lá do mar de sentimentos onde nos afogamos.

Maria João disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria João disse...

É na poesia mais bela que reconhecemos o traço de outra vida.

Um beijinho e, parabéns!

Sonhadora disse...

Minha querida
Que nos sonhos incertos pulse vida.
Adorei a musicalidade do poema.
Tem um selinho de um ano de blogue estou recebendo os amigos e considero-te amiga.

Beijinhos
Sonhadora

Mar Arável disse...

Sonhos incertos

Belo

heretico disse...

belo soneto. excelentemente construido...

gostei muito.

beijos

Mona Lisa disse...

Olá

Muitas vezes os sonhos incertos são a certeza da vida.

Um poema SOBERBO!

Bjs.

lis disse...

Oi Cristina
pulsações é bem o termo certo pra o que encontro aqui.
Lindo poema.
Demoro vir,vou linkar pra nao esquecer e nao perder suas inspiraçoes.
Obrigada pela visita, me proporcionou a vinda ao teu cantinho pra encontrar momentos certos e incertos rsrs
abraços

© Piedade Araújo Sol disse...

gostei do olhar glauco.

tenho que te dar os meus parabéns, pelo soneto, que é extremamente dificl de compôr, e este está muito bem construido.

deixo um beij

Por toda minha Vida disse...

Cris.

O que falar de teu sonho e olhar que sempre ao vir aqui estão carregados de emoção verdadeira.
Muito obrigada pela visita e seu sempre generoso comentário.

Renata

Pelos caminhos da vida. disse...

Gostei desse olhar.

Obrigada pela visita, é gratificante te ver Pelos Caminhos da Vida.

Bom fim de semana.

beijooo.

Pedrasnuas disse...

SE SABES... DESSE POEMA CONSTRUÍDO NO OLHAR DO OUTRO ...NESSA CONFLUÊNCIA LIVRE DE MARES... E DA LUA DE TERNURA QUE OS ENVOLVE E ACOLHE...VAI POR AÍ...E SENTE,E BEIJA, E VIVE...E CELEBRA...

UM BEIJO

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Já tinha saudades dos teus sonetos perfeitos... O tempo (ou o amor) mudou o incerto pelo certo!
O tempo...nunca sabemos aonde nos leva, mas o sonho empurra-nos para a ternura dos sentidos. A hora é para ser vivida com todos os seus minutos e segundos, na confluência de olhares, das mãos entrelaçadas e dos corações batendo num só ritmo.
Beijocas|
Graça

Lilá(s) disse...

Como sempre um poema raro e encantador!
Beijos



ps:somos quase vizinhas!

Vitor Chuva disse...

Hello Chris!

Imagem linda, esta de descrever o outro, esse outro que nos faz sonhar, e é parte do nosso sonho.

Beijinhos.
Vitor

Sebastiano Landro disse...

Felicitaciones por el blog y un saludo!

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, belo soneto...Espectacular....

VIVA A VIDA

A vida é uma oportunidade, aproveite-a...
A vida é beleza, admire-a...
A vida é felicidade, deguste-a...
A vida é um sonho, torne-o realidade...
A vida é um desafio, enfrente-o...
A vida é um dever, cumpra-o...
A vida é um jogo, jogue-o...
A vida é preciosa, cuide dela...
A vida é uma riqueza, conserve-a...
A vida é amor, goze-o...
A vida é um mistério, descubra-o...
A vida é promessa, cumpra-a...
A vida é tristeza, supere-a...
A vida é um hino, cante-o...
A vida é uma luta, aceite-a...
A vida é aventura, arrisque-a...
A vida é alegria, mereça-a...
A vida é vida, defenda-a...

(Madre Teresa de Calcutá)

Cumprimentos

J.F. de Souza disse...

Lindo! =)

Prazer em conhecer!

=*

Baby disse...

Belo esse olhar glauco que inspirou tão belo poema!

Gostei muito.
Beijinhos.

manuela baptista disse...

Chris

de um olhar verde-água

um soneto perfeito
no incerto voar das borboletas!

um beijo

manuela

Braulio Pereira disse...

olhares dizem tudo

lindo.... lindo.... Cris



beijo!!