domingo, 10 de janeiro de 2010

Rasgo do Tempo




Intentas no rasgo do tempo o meu rasto
na velha estrada das matas onde matas a dor
do meu rosto e de outro decano já gasto
esquecimento corroborado – som e cor

Persegues-me no passado, guardas no olhar
a chave secreta que o ar contempla – anoitece
no tempo vestido da nudez do meu mar
teu fogo brando dum rio que visto sem pressa

Sigo-te no presente, desafio-te a sorte
no copo sem fundo do personagem – actor
sem a linha que a ferida do amor sutura


Vigias-me a alma na prisão do teu norte
rédea recôndita, vaga controlada do pudor
soltas a voz ao sul, esquecendo a ternura



Foto: Emil Schildt - fotógrafo dinamarquês, n. 1958.

55 comentários:

direitinho disse...

Bom dia
Que lindo este poema.
Vale a pena voltar atrás e ler novamente cada frase e navegar nelas como num mar de palavras que rasgam os sentimentos deixando-nos com as feridas abertas.
Muitos beijos de parabéns

Olavo disse...

Lindo o poema..ler com o fundo musical deu um toque mais especial..
Bjs

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Que soneto lindo, Cris*
Momento certo e preciso*
Parabéns, amiga do coração!

Minha querida,

Faça chuva, faça sol eu
Lhe desejo uma primavera
Dessas em que até o azul do céu
Se veste de pétalas,
Em que as manhãs de chuva
Sejam perfumadas,
Em que as estrelas
Brilhem ainda mais douradas,
Em que até os sonhos
Sejam coloridos,
E em que você
De tão feliz, contagie
Quem estiver do seu lado
E pela primavera
Seja embriagada,

Beijos,
Renata

. intemporal . disse...

.

. bel.íssimo poema ao tecer a rima que des.rima quando o tempo é um rasgo . a.penas .

. da erudição do léxico em vibração .

. do coração onde as palavras são da voz a sensação .

. "amei.de.amar" .

. um bom Domingo .

. um beijo abraçado .

. sempre,,, .



. paulo .

.

RETIRO do ÉDEN disse...

Muitos parabéns.
O ano começa em força, "rasgando o tempo" e inspiração à flor da pele.

A foto está uma delícia.
Bjs.sinceros
Mer

Ana Oliveira disse...

Lindo...


Um beijo

Ana

Mona Lisa disse...

Olá

Belo poema onde se sente o "rasgar" dos sentimentos que nos marcaram!

Bjs.

manuel marques disse...

o tempo foge e arrasta-nos consigo: o momento em que falo já está longe de mim ...

Lindo poema.

Beijo.

Anjo azul disse...

Olá Cris,
Este é daqueles sonetes de ler, reler e reler. Adorei!
Desejo-te um 2010 repleto de tudo o que a vida nos pode oferecfer de bom
Bjs
AnjoAzul

Whispers disse...

Linda maneira de rasgar o tempo e as palavras.
E guardar no olhar aquilo que nos fez sonhar.
Mil beijos
Rachel

Marta disse...

Em que tudo se diz ao tempo...
Poema forte, brilhante...
Obrigada pela visita, bem-vinda...
Até já
Beijos e abraços
Marta

Lídia Borges disse...

Li e reli...
Perdi-me na sensibilidade e na beleza deste poema.

Um beijo

L.B.

Sonhadora disse...

Minha querida cris

Belissimo poema.


Vigias-me a alma na prisão do teu norte
rédea recôndita, vaga controlada do pudor
soltas a voz ao sul, esquecendo a ternura

Como me fala na alma.
Adorei.

beijinhos

Sonhadora

Dani disse...

oi Chris
vim te conhecer!
voltarei mais vezes.

lindo poema!!!

beijos

Pedrasnuas disse...

NO TEMPO...MUITO ACONTECE EM NÓS. "A DOR,A COR DESBOTADA,O ANOITECER,O FOGO BRANDO,O NORTE...TERNURA ESQUECIDA"...

GESTOS...QUE SÓ NA MEMÓRIA GUARDAMOS...QUANDO NÃO SE APAGAM POR OUTRA CHAMA MAIS FORTE...

BEIJO

AFRICA EM POESIA disse...

CHRIS

Vim deixar um beijo e dizer que o Rei é sempre Rei

deixo...



RUGIDO

Rugido
Rugido forte
Rugido de Leão...
Leão verde, castanho ou amarelo
Animal...Rei...
Rei da selva...
Rei do Mundo...
Fazes inveja...
Fazes sofrer...
Mas és o nosso símbolo...
Símbolo nobre e corajoso...
E por isso...
Nós sofremos contigo...
Gostamos de ti...
Quando ganhamos...
E quando perdemos...
E no perder...
Ainda te queremos mais...
Pois aí sentimos o carinho...
De te confortar...
De te pagar devagarinho...
E dizer-te baixinho...
Amanhã, vamos ganhar!...

LILI LARANJO

tossan disse...

Teu fogo brando dum rio que visto sem pressa...Fundamental! Lindíssimo poema! Muito. Beijo

José disse...

Olá Cris, Bom dia,
Lindísssimo Soneto gostei muito,
obrigada pelos comentários em meu blog.

uma boa semana
um abraço, José

© Piedade Araújo Sol disse...

gostei do soneto. muito bem rimado e muito sensivel.

um beij

Luísa disse...

Tempo sem tempo para ler toda a beleza deste espaço de letras!
Obrigada pela visita ao olhardeperto.
Voltarei com mais tempo...
Beijinho terno!

Kimbanda disse...

Olá Chris, um dia bom!
Um poema assim só pode transbordar do genuíno sentir de alguém muito especial. É intenso e de conteúdo profundo. As palavras não conseguem nunca descrever com exactidão os estados de alma e permitem a cada um fazer a sua leitura. A mim tocou-me e permaneceu ecoando, assim me acompanhou esta manhã.
Depois e dando um espaço, voltei para lhe transmitir a minha gratidão pela sua visita ao meu humilde espaço, mas acima de tudo o meu obrigado pela oportunidade de ter descoberto o seu cantinho que me exige aprofundar com tempo e reter momentos únicos.
Grato envio kandandus sinceros.

Quero ignorado, e calmo
Por ignorado, e próprio
Por calmo, encher meus dias
De não querer mais deles.
Aos que a riqueza toca
O ouro irrita a pele.
Aos que a fama bafeja
Embacia-se a vida.
Aos que a felicidade
É sol, virá a noite.
Mas ao que nada espera
Tudo que vem é grato.

Fernando Pessoa

JAIRCLOPES disse...

Gostei muito. Aproveito para convidar a uma visita ao blog: www.seteramos.blogspot.com Lá tem uma homenagem a Gabriela Mistral que deve ser lida.

Maga disse...

Como sempre encantas com tuas postagens!
Obrigada pelos votos, que fazem recochete... Que o teu ano te traga o que desejas!
Beijos
Maga

antonio - o implume disse...

Façamos da chave secreta o nosso olhar que contempla, para além do outro... o outro é uma chatice!

Duarte disse...

Os sonetos, a minha paixão.
Isto sim é poesia!

Gostei, e muito.

Um abraço

Braulio Pereira disse...

vim aqui esqueço o tempo...
doce momento..
beijo...

Mocho Falante disse...

olá viva

vim agradecer a visita e as simpáticas palavras. Volta sempre

Beijocas

Baby disse...

Que o teu percurso seja feito de momentos certos e a poesia os retrate dia após dia.
Um beijo.

Virgínia do Carmo disse...

Uma cadência perfeita a saber a tristeza.. mas no fundo... todos somos feitos, em parte, de tristeza... assumi-lo, penso eu, é um acto de coragem...

Beijinho...

PS: grata pelo carinho :)

AC Rangel disse...

Poema que vai para meu caderno especial, por ser denso, forte, lindo. Devastador.
Obrigado por tudo...

beijo

Barbara disse...

Tô como o gato...passeando pelas palavras.

Mar Arável disse...

Os farois não veem

dão sinais

Vento disse...

A imagem feita num poema,
ao redor as árvores
que observam tudo,
a dor também escolhe.

Beijo

Júlio Castellain disse...

...
Que beleza...
Gostei daqui.
Parabéns...
Agora estou te seguindo...
Abraços
....

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Um belo soneto, onde há um sábio aproveitamento de palavras de idêntica grafia e sonoridade.
Também uso esse método, em alguns poemas.

*******************************

A propósito do meu livro,

mando-lhe também um mail.

Bja

Xana disse...

"soltas a voz ao sul"

soltas as letras ao sentimento de não parar de te ler.

Lindo!

Beijinhos, boa semana

Everson Russo disse...

Belissimo poema....um beijo e um belo dia pra ti.

Eduardo Aleixo disse...

Li e reli o teu belíssimo poema catedral de ressonâncias que atravessam a memória que as palavras rasgam. Um abraço.

A.S. disse...

Chris...

Lindo Poema!
Mas nunca esqueças que só o amor é verdadeiramente livre!!!

Beijos...

Braulio Pereira disse...

olá Crish

gosto e vir aqui o teu cantinho poético..

agradeço a tua visita e teu lindo comentario.. é uma honrra para mim

é lindo teu poema
adoro a musica tanbem.

beijos fraternos..

alegria de viver disse...

Olá querida
Obrigada pelas lindas palavras.
Belo poema, muito forte.
Com muito carinho BJS.

Multiolhares disse...

O passado sempre nos persegue ainda que guardado mesmo em uma caixinha
beijinhos

Luadosul disse...

Agradecida péla tua visita no meu blog, vim cá a olhar um pouquinho.
Se bem nao entendo algumas frasses ainda, achei coisas muito bonitas!
Beijinhos desde longe...

Sofá Amarelo disse...

Há sempre personagens que trazem consigo chaves secretas que guardam o passado, desdobram o presente e mostram um pouco do futuro...

C Valente disse...

Lindo
saudações amigas

Maria Valadas disse...

Querida Cris... rasgas o silêncio com um soneto arrebatador!

Vou reler!

Beijinhos meus!

Maria

Norma Villares disse...

O tempo real e o imaginário...
Neste rasgo nasce a luz.
Evoca outras luzes.

Lindo poema!

Sublimes abraços

noticias disse...

McCann Unravels. "Los MCcánn nó són víctimas són verdúgos"

"ENCUBRIENDO EL MALTRATO INFANTIL ABUSOS SEXUALES Y ASESINATO en primer grado" "UN SPSICÓPATA"
Gerry MCcann es pederásta y no le ímporta que sea niño o niña lo que les interesan a los pederastas es su infáncia. LA JUSTICIA CUMPLE SE REHABRE EL CASO . SOS: EL RESCATE, DE MADELEINE (MCCANN) LA NIÑA “INGLESA” RAPTADA EN (PORTUGAL)
"AQUI HAY TONGO"
Madeleine MCcann el gobierno portugues y ministro de justicia mas fiscal y el juez toman una alternativa para los "Mccann" no hay cadaver no hay juicio.El juicio de "Marta Del Castillo" no hay cadaver pero se hace justicia......................
Madeleine MCcann En la primera anestesia la niña se despertó cuando se encontró al padre abusando de ella fue golpeada salvajemente por el propio padre al darse cuenta que no era bien recibido y volvió a ser anestesiada de hay la sangre de la niña de los golpes recibidos recordando en todo momento que estaba bajo los efectos del alcohol de hay el ataque cardíaco. Cadena perpetua para Un Pederasta y pedofilo Fueron los padres los asesinos mas torturaban a la niña. Los McCann y sus siete amigos cenaban cada noche durante sus vacaciones en Portugal, incluida aquélla en la que desapareció Madeleine, aseguraron que éstos bebían entre 10 y 12 botellas de vino, a las que precedían cervezas y cócteles durante el aperitivo mas lo que tomaban durante las comidas . kate y Gerri de profesión médicos anestesiaban a Madeleine puesto que lloraba 18 horas al día con mucha regularidad porque tenían en casa a su maltratador era ese el motivo de su llanto y se combirtio en un suplicio o martirio para el matrimonio causa del asesinato premeditado en primer grado aquí no podía haber ningún accidente por exceso de anestesia puesto que los dos son médicos .Estos asesinaron a su hija con premeditación .Los Mccann tenían deudas de tres mensualidades de su hipoteca de tres mil euros mensuales y las cuentas al rojo y se tomaron unas vacaciones veraniegas mas 40 días sin pagar nada por sentirse el director del hotel responsable de la desaparición de Madeleine total unas vacaciones a lo grande y todo a costas del asesinato premeditado en primer grado. No hay ningún retrato robot que valga basta, basta, de tanta comedia la falsa del retrato robot inventado por Remenber de Rokley portavoz del gobierno Británico y periodista que costo un millón y medio de Euros que tubieron que pagarles los Mccann por limpiar el nombre. La verdad de Madeleine MCcann pinchar en parte superior "Noticias"
Número de Pedido: 200912004686
Estado: Aberto
Data: 29 Dez 09 20:48
Assunto: [Abuse] > [Portal SAPO] > [Notícias]
Nome: levante.111
Email: levante.111@gmail.com
Prioridade: Informação
Operador
DIRÉ PARA MI PESAR QUE BÚSCO DE ÉSTE MÚNDO LA HÓNRADEZ Y DIRÉ QUE ÉSTE COMUNICÁDO ESTÁ YÁ EN PUBLICACIÓN DE MÁS DE 800 BLOGG DISTRIBUIDO POR LA CIUDAD DE ALGÁRVE Y PORTUAL ES DE HÓNRADEZ LO QUE ESTOY PUBLICÁNDO CON EL BLÓGG MÁS ANTÍGUOS QUE HOS MANDÉ EN SU TIEMPO MUCHAS GENTES SE QUEDARÓN EN PÁRO EN ALGARVE Y PERDIDAS DE TURÍSMOS POR CÚLPA DE LOS MCCANNES ARROGÁNTES PREPOTENTES GENTÚZAS SÍN ESCRÚPULOS AMBICÍOSOS PEDERÁSTA Y ASESÍNO CASO MADELEINE MCCÁNN...SÍ MADELEINE MCCANN ESTÁ VIVA PERO EN NUESTROS CORAZÓNES.PORTUGÁL TERRA DE TRABALLADORES Y EMIGRÁNTES QUE SÓN LOS QUE LA HÁN LEVÁNTADO.Cuando se descubra la verdad se recuperara el turismo y la alegria de algarve recuperacion de empleos y la normalidad con el mundo.Esta la reputacion de portugal en jaque. "El último gríto de Madeléine MCcánn"
En vez de misterio tuvo mas de circo y todo para tapar un asesinato que un niño no lo pasaria
desapercibido lo demas de risa por no llorar
Los MCcánn sabén esta publicación.

gracias por el buen recibimiento al creador/a de este magnifico blog y a sus visitantes que tengan un gran año llenos de abundáncias

José Carlos Mendes Brandão disse...

A presença do amor. As feridas do amor. E o aconchego. Não vivemos sem o amor. Muito bem dito.
Beijo.

Secreta disse...

Bonito poema, que nos arrepia os sentires!

Graça Pereira disse...

Este é um soneto para se ler devagar, saborear " no rasgo do tempo"... sem pressa e porque a sua densidade é tão grande, não quero esquecer a ternura!
Beijo
Graça

Gil Moura disse...

Olá, Cris!

Agradeço, a tua gentil visita e comentário no meu blog, que muito me agradou.

Gostei de conhecer este cantinho de bela poesia!

Parabéns!

Beijinhos

Gil

EDUARDO POISL disse...

-- Não ame pela beleza, pois um dia ela acaba.
Não ame por admiração,
pois um dia você se decepciona.
Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicação.
Madre Teresa de Calcutá

Desejo uma linda semana com muito amor e carinho.
Abraços

poetaeusou . . . disse...

*
entre o norte e o sul,
prefiro o teu belo soneto,
parabens,
,
conchinhas,
,
*

Nilson Barcelli disse...

"no tempo vestido da nudez do meu mar
teu fogo brando dum rio que visto sem pressa"
Gostei desta parte em especial, mas todo o soneto é magnífico.
Querida amiga, bom resto de semana.
Beijos.