quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Um "post" diferente (Novembros Meus)

Nesta noite chuvosa de Novembro, uma noite onde confesso o meu profundo desencanto em relação a uma pessoa em particular, noite densa onde aprendi a diferença entre a infidelidade e a traição, onde mora a crueldade na estrada do medo de encarar uma ferida kármica, percurso onde o curso da água resiste e molda-se a todas as pedras vivas, caminho incerto com um rosto e diversas faces entre o nascimento e a morte...

Nesta noite chuvosa de Novembro, sei qual a cor do Amor, debulho o tom "azul púrpuro" reencontrado nos laivos do Amor, mesmo quando toda negação não toca as falas trocadas, a mulher esquecida e a outra que nunca existiu, pois o Amor para alguém será sempre uma eterna fuga, imposição da fiel infidelidade que a Arte determina, estranho teatro de enganos, na terra sem congratulação chamada paixão...



Nesta noite chuvosa de Novembro, respondo ao desafio duma amiga da blogosfera, onde revelo mais o que sou, do que o que sinto...

Aqui fica o “jogo do conhecimento” e a proposta da amiga Maga:

1 - Quatro filmes que assisto, sempre que passam:
O cinema é uma das minhas eternas paixões, aqui ficam quatro filmes de excelência:
- O Clube dos Poetas Mortos
- A Insustentável Leveza do Ser
- A Lista da Schindler
- As Pontes de Madison County

2 - Quatro lugares onde já morei:
Nasci em Lisboa, morei na Amadora, Oeiras, Aroeira e quando era adolescente passava uns fins- de-semana e pequenas férias em casa da minha madrinha, em Almada. Ah... e Sagres, em tempos posteriores de felicidades e serenidades duma vivência em comum...

3 - Quatro programas de televisão que gosto ver:
Vejo pouca televisão, mas gosto de ver o “Câmara Clara”, na RTP2 ao Domingo à noite, o jornal na Sic Notícias, alguns programas do canal “História” e “Mezzo”.

4 - Quatro pessoas que me mandam e-mails regularmente:
Quatro amigos particulares e em especial (eles sabem quem são ao lerem este ”post”).

5 - Quatro coisas que faço todos os dias (s/falta):
Todos os dias não dispenso o meu café, olhar o céu mesmo quando cinzento, o mar da janela da minha casa e tentar sorrir, apesar de nem sempre ser possível…

6 - Quatro comidas favoritas:
Comida: bacalhau com natas, salmão de todas as formas, todas as frutas e alguns doces. Adoro um bom vinho branco gelado, de preferência numa varanda especial numa casa no Douro…

7 - Quatro lugares que gostaria de ir (ou estar):
Viajar… são tantos os locais onde gostaria de ir: Egipto, Escócia, Islândia, Chile e Brasil…
Voltar aos AÇORES (uma paixão única, nos cheiros, nas cores, no que sinto quando piso a terra duma das nove ilhas, sobretudo o Faial e as Flores), regressar a Paris (cidade mágica!) e algumas cidades em Itália que conheço, mas quero lá voltar com mais tempo… e Sagres o meu refúgio sacrossanto, já aqui quase ao virar da esquina…


Passo o jogo a quatro amigas da blogosfera, pois acredito nas correntes sem amarras que libertam o pensamento positivo:

Lídia Borges: www.searasdeversos.blogspot.com
Maria Valadas: www.ecosdepalavras.blogspot.com
Elisa Fardilha (Mona Lisa): www.fardilhas.blogspot.com
Elisa Ramos (Agulheta): www.agulheta.blogspot.com




Este foi um "post" diferente que me ajudou a esquecer a noite de 25 de Novembro dum ano inconfessável.
Terá o Amor vindouro sido reencontrado naquela noite de Novembro?
Não sei... talvez o tempo responda à questão, talvez seja mais uma pergunta sem resposta, entre o que não tem explicação racional...


Foto: eu, Novembro de 1969...

18 comentários:

M. Nilza disse...

Adorei o tema da brincadeira e suas respostas são bem interessantes. Deve ser bom morar em outro país.

Beijos e boa noite

O LOBO de....POTT disse...

Não te massacres,não vale a pena...
Segue em frente e verás que tudo se altera para melhor..
Desculpa o conselho meio estupido.
É o que penso...

Boanoite

Pluma Roja disse...

Estimada Cris, intenté entender el texto, lo entendí en un 90%, sería interesante que pusieras un traductor en tu blog. Un beso amiga. Noviembre se presta para escribir sobre él.

Saludos cordiales,

Hasta pronto amiga.

Maria disse...

A expressão do olhar continua a mesma...

:)

direitinho disse...

Gostei.
Porquê ?
Não sei....
Neste barco da vida
Andamos todos os meses
Uns em janeiro
Outros em Novembro
Nada que o tempo não cure
Em meados do ano
Ou em Setembro.

Beijos de carinho

RETIRO do ÉDEN disse...

Lindo post.
Foto com a mesma expressão no olhar, mas simultâneamente, diferente.
Olhar inocente, cheio de esperança no amanhã, nos jogos e brincadeiras de criança.
Hoje é o olhar desconfiado,penetrante,amadurecido pelas, esfoladelas nos joelhos, puxão de cabelos, consequência,de outra(s) criança(s), adultas e de coração duro.
Fica com Jesus, Maria e José só eles podem nos aquecer o coração e a alma.

Beijo sincero
Mer

Secreta disse...

Infelizmente, na nossa vida, temos sempre questões para as quais nunca saberemos uma resposta satisdatória...
Beijito.

Mona Lisa disse...

Olá

Adorei o teu post.
Diferente sem dúvida, mas sentido, saído de ti.

Faz-nos bem recordar certos momentos. Todos os temos em qualquer mês...em qualquer lugar.

Vivo com eles...ums bons, outros não!Por incrível que pareça recordo mais os maus!

Aceito o teu desafio. Breve responderei.

Bjs.

Lisa

Maga disse...

Obrigada amiga, tua postagem está óptima e tu nos teus verdes anos eras linda, o que hoje ainda acontece certamente, o que escreves é indício disso mesmo.
Podes ficar sem muitas respostas ao longo da tua vida, mas ficarás concerteza com muitas mais respostas confirmadas e assim é a vida, construída com dúvidas e certezas...
Pedem-me para te dizer que deverias colocar o boneco apenso ao questionário, se o puderes fazer sem prejudicares todo o resto, agradecemos
Obrigada amiga e continua sempre, o teu blog é um lavar das nossas almas
Um beijo da
Maga

Maria Valadas disse...

O problema é que nunca esquecemos o que nos desassossega a alma.

Adorei a tua exposição de alma... ao fim e ao cabo... todos/as, temos um " 25 de Novembro" na nossa vida.

Vou tentar seguir a corrente...
Beijos.

Sonhadora disse...

Cris
Adorei o teu post...segue em frente, tens todo o tempo do mundo à tua espera.
Um beijo
Sonhadora

© Piedade Araújo Sol disse...

gostei do poste.

a menina da foto, tem serenidade no olhar.

beij

Lilá(s) disse...

E numa noite chuvosa de Novembro gostei de te ler.
Bjs

Olívia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lídia Borges disse...

Assim, fazendo deste jogo um antídoto para o "veneno" dos dias tristes, até vale a pena jogar.
Obrigada pela distinção.
Vou tentar responder, brevemente.

Um beijo

Contracena disse...

"... entre o nascimento e a morte, a água e o fogo ..."
Gosto muito desta sua frase.
(Novembros Seus) (Julhos Meus)

Um abraço!

O Profeta disse...

Porque será que os pássaros
Cantam na partida do dia
Porque será que um amante ausente
Fica de alma apertada, vazia?

Porque será que as ondas lamentam
Em sussuros de sal no areal
Porque será que as rezas são feitas
Para correr para o longe o perverso mal?


Boa semana


Doce beijo

Nanny disse...

Passei para espreitar e fiquei a conhecer-te um pouco melhor... :-)

Beijinho