quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Palavras Baldias


Ergo-me suavemente, como maré levante
salpicos negros nas minhas cinzas circulam
nessa lapidar noite branca, recorte jusante
pasquins e palavras nas tintas que especulam

Sei-me perdida como voz de rompante
na madrugada golpeada como fera
embarcada na tua ordem imperante,
tela escapulida que o óleo venera

Nas linhas insondáveis do cansaço
quebro o linho fino do teu braço
rasgado como ouro fino

Guardo os laços de nós na memória
poemas baldios com dedicatória
Musa em ti, velho hino



(2007)

43 comentários:

direitinho disse...

Um soneto muito bonito,mas não tão fácil de perceber.
Um amanhecer suave, acordando das cinzas. Perdida no cansaço e na esperança do teu braço que se torna ouro e hino nos laços da memória.

Mona Lisa disse...

Olá

Obrigada pelo comentário às trovas do meu pai.

Belo mas sentido soneto em que a beleza do amanhecer contrasta com o desânimo.

Bjs.

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia.

Muita paz,
muita alegria,
muito amor e
muita saúde!

beijooo.

Victor Gil disse...

Amiga Cris.
Não é fácil escrever sonetos, mas este, que dizer. Não é por acaso. Somos descendentes de Camões e Florbela.
Gostei de verdade.
Beijos minha amiga
Victor Gil

Sonhadora disse...

Lindo Poema
Palavras que as poderia ter dito eu.
Um beijo

Pluma Roja disse...

Olá amigo, obrigado pela sua visita. Eu vim a saber que você se veste seu texto para o tradutor, eu amei o que li. Eu segui-lo agora. Convido-vos a seguir-me. Espero plumarojablogspotcom.blogspot.com carinhosamente. Até breve

Agulheta disse...

Cris. Sempre bela as palavras ditas por aqui,e qual gosto,agradeço a visita ao blog.
Beijinhos Lisa

Lilá(s) disse...

Amanhecer em tons lilás e com um soneto tão suave!!! embevecida fico...
Bjs

Nilson Barcelli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nilson Barcelli disse...

Quem escreve assim como tu não o faz debalde, pese embora as tuas palavras baldias...
Gostei imenso querida amiga, parabéns pela qualidade poética que, seja em 2007 ou agora, se mantém sempre num elevado nível.
Bom resto de semana para ti.
Beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

eu acho os sonetos dificeis de escrever, e reconheço que este está muito bom, e muito bem rimado.

gostei!

beij

BAR DO BARDO disse...

Isso é poesia!

RETIRO do ÉDEN disse...

«Guardo os laços de nós na memória
poemas baldios com dedicatória
Musa em ti, velho hino»

Lindas palavras, muito sentimento e rico em amor incondicional.

Forte abraço
Mer

isabel mendes ferreira disse...

e eu guardo este lugar. de "limpidez".



quase a chegar ao mais perfeito "baldio" do eu.



abraço............!!!!

Pensador disse...

Bom seria se todas as palavras baldias fossem lindas como estas.
Beijos!

Sara L. Miranda disse...

Que belo post e blogue, Bjs

cristinasiqueira disse...

Oi Chris,

Lindo,

"«Guardo os laços de nós na memória
poemas baldios com dedicatória "

Beijo,

Cris

Apareça

Magia da Inês disse...

Olá amiga!
Conheci seu cantinho e é tudo de bom!...
Lindo e inspirador... extremamente sensível!
Espero você em:
magiadaines.blogspot.com
Um ótimo fim de semana!
Beijinhos carinhosos.
Itabira - Brasil

uminuto disse...

um soneto que nos envolve na pureza do linho, a+esar da melancolia que o invade. muito belo
um beijo

Maria Valadas disse...

Belo e sentido soneto.
Não são fáceis de escrever... mas são os meus preferidos.

Bom final de semana.

Beijos.

Sonia Schmorantz disse...

Que bonito!!!
Um ótimo fim de semana para ti
beijo

EDUARDO POISL disse...

Hoje passando para te ler e desejar um lindo final de semana com muito amor e carinho

"É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar.
É melhor tentar, ainda que em vão, que sentar-se fazendo nada até o final.
Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes em casa me esconder.
Prefiro ser feliz, embora louco, que em conformidade viver..."
Martin Luther King

Abraços com todo meu carinho

Multiolhares disse...

Difícil de entender o que realmente queres dizer com esta delicia de palavras, mas no fundo cada um que lê o vai interpretar da sua forma com o seu sentir.
beijinhos

Pedrasnuas disse...

PALAVRAS BALDIAS? NUNCA!!!

AQUI SÓ VEJO PALAVRAS LAPIDADAS... DO MAIS FINO QUILATE...
MÚSICA ERUDITA...SOBERBA

BEIJO

maré disse...

baldio o sentimento que ata

sublime

e fica

raíz

raiz

_______

um beijo

rouxinol de Bernardim disse...

Pasquins na noite branca, são o que há mais no nosso quotidiano prenhe de ilusão e de farsa. Mas aqui respira-se um sol clarividente e lúcido, dardejando com eloquência e sentido estético...

tulipa disse...

Olá Cristina

Vim agradecer-lhe o facto de se tornar "seguidora" do meu "Momentos Perfeitos" e aproveitei para espreitar o seu espaço na blogosfera.

Temos uma paixão em comum, a poesia.
Sou também uma apaixonada por fotografia.
Este ano de 2009 já realizei 3 exposições e vou a caminho da 4ª exposição de fotografia, agora em Novembro, em que o tema é a Índia.

Tudo isto é magia, porque a magia pode estar apenas num sonho, num local, em nós ou nos outros… pode estar no amigo que nos cumprimenta, no abraço ou no enlace… no corpo ou na alma… nos olhos, no rir ou na lágrima… a magia é o que quisermos que ela seja…

Obrigado e seja feliz.
Um abraço.

O Profeta disse...

Não sei quem vence!
Não sei quem leva a melhor
Só sei que um sorriso teu
Fez desabrochar das pedra uma flor

Com ela teci um tapete
Engalanei a sombra dos teus passos
Escrevi um derradeiro pedido numa pétala
Rogando a infinita ternura dos teus abraços



Doce beijo

Pena disse...

Oh, Doce Amiga Poetiza de sonho:
Este poema lindo é divinal.
Feito com um sentimento e pensamento apurados.
É a sua Alma poética gigantesca que fala docemente.
"...Sei-me perdida como voz de rompante
na madrugada golpeada como fera
embarcada na tua ordem imperante,
tela escapulida que o óleo venera..."

Excelente! Um talento em criar versos admiráveis. Fabulosos do seu precioso sentir.
Parabéns sinceros.
Adorei.
Beijinhos amigos de enorme respeito, estima e consideração.
Sempre a apreciar o que faz, aliás, é uma honra entrar aqui.
Agradecido pela visita terna e fantástica ao meu blogue que gostei muito.

pena

Bem-Haja, sensível poetiza amiga.

José Rui Fernandes disse...

Belos poemas vão circulando neste imenso livro que é a blogosfera!
Passarei de novo para ler mais!

Cumprimentos,
José Rui

O Árabe disse...

Tristes e belos. Os versos e a foto. Boa semana!

Sofá Amarelo disse...

os poemas são sempre baldios, escapulidos das vagas de emoções que trazemos na memória...

Pedro Meneses disse...

um muito obrigado....

Graça Pereira disse...

Escrever um soneto, não é para toda a gente...só para os filhos diletos da palavra...como tu!
Deslumbrante!
Um beijo
Graça

Nilson Barcelli disse...

Reli o soneto e voltei a gostar.
Querida amiga, bom resto de semana.
Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
belo !!!
,
baldio soneto,
em terreno pródigo . . .
,
brisas serenas,
,
*

Graça disse...

Um soneto belo, como tudo o que escreves/escreveste... eu gosto, sempre.


Beijo, Chris

teresa disse...

lindo poema ,,
com um certo mistério nas palavras .
gostei ,,


beijinhos

Ana disse...

Guardar os laços na memória, construindo um belo soneto.
Um beijo.

Chris disse...

Obrigado a todos os que passam por aqui e que se dão ao trabalho de comentar estas coisas que escrevo... por vezes, as palavras faltam, mas não o sentir, o eterno verbo que me define...

Chris

Lídia Borges disse...

Um soneto muito inspirado e inspirador.

L.B.

Luísa disse...

Bom dia!

Amanhã, 16 de Novembro é o aniversário do João Menéres.
Gostaria muito que nos unissemos para o parabenizar.
Para tal, estamos a combinar fazer uma postagem com a foto dele (que segue em anexo), acompanhada da mensagem de parabéns que cada um gostaria de lhe enviar.Assim, quando ele abrir o Grifo o sidebar dele estará preenchido com a sua foto. Ele vai adorar.....(acredito eu!).
Sugiro a hora de publicação se programe para as 6h00, horário de Portugal Continental.

Por favor, divulguem por todos os que são amigos do João. Obrigada!

Votos de um excelente domingo, antecipadamente grata pela vossa colaboração,

Luísa

Luísa disse...

Bom dia!

Amanhã, 16 de Novembro é o aniversário do João Menéres.
Gostaria muito que nos unissemos para o parabenizar.
Para tal, estamos a combinar fazer uma postagem com a foto dele (que segue em anexo), acompanhada da mensagem de parabéns que cada um gostaria de lhe enviar.Assim, quando ele abrir o Grifo o sidebar dele estará preenchido com a sua foto. Ele vai adorar.....(acredito eu!).
Sugiro a hora de publicação se programe para as 6h00, horário de Portugal Continental.

Por favor, divulguem por todos os que são amigos do João. Obrigada!

Votos de um excelente domingo, antecipadamente grata pela vossa colaboração,

Luísa