sábado, 13 de outubro de 2007

Nada mais Simples


(poucos sabem o motivo deste poema, desta noite. as frases são pontuadas, talvez este seja um dos mais belos poemas da história dos homens. não é coincidência, muito menos acaso do destino a publicação neste blogue esta noite... poucos sabem a verdade, e tu sabes meu amor... " a raiva é um apêndice do amor" - noite de 12 para 13 outubro - chris).

Nada mais simples. a raiva é um apêndice
do amor. digamos. uma mulher passa. é o amor
personificado em viagem. o desejo nem sei
como apareceu por aqui. nasceu subitamente.
como o sentimento de posse invadindo o espaço
do vazio. é a estrada que cresce na imensidão
das suas curvas, nas paredes que se alargam,
destruindo o significado das palavras. ninguém
se apercebe de nada e os espelhos não reflectem
os sons que povoam as bocas caladas. os postais
escondem as paisagens e não há quem se interesse
pela importância breve das coisas passageiras. a arte
encanta-se pelos museus e ignora os caixotes
do lixo. não se deixa abraçar sem o cuidado dos deuses
no seu carinho pelas nuvens. há uma multidão
na vacuidade de rua e resta-lhe apenas a sua nudez
para adormecer. erguemo-la no ar como se fosse
o último gesto com vida, num corpo com mérito
para apreciar o dia. o mundo desconhece o efeito
do eco. nada mais simples. o apêndice da arte
é o amor. procuramo-lo. debaixo da pele vive
um silêncio com a missão de abafar todos os ruídos

que entretanto sobejaram nos fenos verdes,
nessas ondas de flores e caules que amansam
os leitos das ribeiras. no estertor das horas, o poeta
rabisca o papel da mesa do restaurante e sofre,
porque ninguém deu por nada. apenas o empregado
derramou café sobre o verso fundamental
,

matando-lhe o sentido preconizado para o fecho
do poema.
e riu-se. miseravelmente.
aí, então, milagrosamente, caiu a tarde.

José António Gonçalves, in "As Sombras no Arvoredo" [2004]

2 comentários:

Anónimo disse...

As folhas ainda estão guardadas, agora na minha nova casa...
Beijo
João

Anónimo disse...

Sim, provavelmente por isso e